Defesa do Evangelho busca a prática sincera dos verdadeiros ensinos do SENHOR JESUS CRISTO. “...Sabendo que fui posto para defesa do evangelho. Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda” (Filipenses 1.17-18). Participe dessa Defesa! Deixe o seu comentário ao final do artigo ou escreva para o nosso email: adielteofilo7@gmail.com

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

A "IMBECILIZAÇÃO" DA IGREJA BRASILEIRA

Por Renato Vargens.

Se por um lado tornou-se comum encontrar nas igrejas pastores que cheiram a Bíblia, que se vestem de pano de saco, que mergulham em lama, que  descem em poços, que e que fazem atos proféticos imbecilizados, por outro,  também é possível encontramos "crentes em Jesus" felizes porque a igreja do Senhor se transformou num picadeiro.

Ora, antes que alguém me apedreje preciso afirmar que é claro que sei a igreja invisível não se encaixa nesse perfil. Na verdade, não é sobre ela que escrevo e sim sobre parte da igreja brasileira que em nome de um evangelho antropocêntrico idiotizou a fé. 

Caro leitor, definitivamente vivemos dias complicados onde as verdades do Cristianismo foram trocadas por conceitos de autoajuda e satisfação pessoal. Lamentavelmente, os palhaços que tem pregado nesse picadeiro chamado "igreja" anunciam um cristianismo bufão, onde o que importa é que o cliente seja atendido em todas as suas necessidades. Nessa perspectiva os adeptos deste tipo de igreja tem promovido  um tipo de "stand up gospel" onde a proposta final é divertir o cliente. O pior disso tudo é que devido a "imbecilização" da igreja brasileira, os crentes tem vibrado com esse pseudo-evangelho, chamando de fariseu e religioso todos aqueles que a eles se opõem.  

Pois é, quando vejo pastores caricaturados, anunciando um evangelho desprovido de inteligência, graça, e sabedoria pergunto: 

O que será que tornou parte da igreja brasileira imbecilizada?

Quais serão de fatos os motivos que levaram parte dos evangélicos a viverem um cristianismo idiotizado? 

Na minha opinião o problema se deve ao abandono das Escrituras, a relativização da Palavra de Deus, bem como a troca do evangelho pelo pragmatismo. 

Termino esse texto lembrando do grande Spurgeon que dizia: 

“Chegará um dia que em vez de pastores alimentando ovelhas, haverá palhaços entretendo bodes.”

Para nossa tristeza e lamento esse dia chegou!

Que Deus tenha misericórdia do seu povo e nos leve de volta aos valores da reforma.


Com a alma angustiada...   

Renato Vargens.

Fonte: Blog Renato Vargens.