Defesa do Evangelho busca a prática sincera dos verdadeiros ensinos do SENHOR JESUS CRISTO. “...Sabendo que fui posto para defesa do evangelho. Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda” (Filipenses 1.17-18). Participe dessa Defesa! Deixe o seu comentário ao final do artigo ou escreva para o nosso email: adielteofilo7@gmail.com

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

CRISTÃOS OU ANTIMODELOS DE CRISTO?

"Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus."           (II Timóteo 1.13)    
O cristianismo na atualidade enfrenta terrível contradição. Se por um lado ensina que devemos seguir a Cristo e como discípulos imitá-lO em toda maneira de viver, por outro, o comportamento mostra que nem sempre estamos agindo exatamente como Ele agiu, embora as circunstâncias do cotidiano sejam as mesmas do passado.
 
O divisor de pensamento, nesse cenário de dualidade, parece estar ligado mais à corrupção e a iniquidade do final dos tempos, que propriamente ao compromisso de alcançar as nações mediante o ensino do Evangelho a toda criatura.
 
A verdade é que as conveniências pessoais e os interesses de denominações evangélicas estão se sobrepondo aos princípios fundamentais das Escrituras. Estão desfigurando aos poucos a relevância do sacrifício de Cristo na cruz, criando caminhos alternativos para uma salvação duvidosa, que reduz as diferenças entre o sofrimento da santificação e as facilidades do mundanismo.
 
Afinal, somos imitadores de Cristo ou vamos hesitar entre essa missão e os antimodelos de Cristo? Pense nisso! 
Adiel Teófilo